Warmduscher – Tainted Lunch

Os mestres da loucura voltaram, com Iggy Pop e Kool Keith a reboque, trazendo o disco mais horrendamente brilhante de Warmduscher, Tainted Lunch.


Agora no seu terceiro LP, Clams Baker e a equipe são manejadores consistentes do estranho. Tainted Lunch, o seu álbum mais divertido até agora. Será, Dan Carey (Squid, black midi, Fontaines DC) o homem mais ocupado da música no momento.
Este álbum parece um pouco como uma viagem, mais sombria do que aquilo que está preparado, como uma narrativa autodestrutiva de Hunter S. Thompson.


O primeiro single do álbum, “Midnight Dipper” – um favorito instantâneo da 6 Music – é ousado, exige a sua atenção e exala funk. O recém-lançado vídeo assustador de stop-motion para “Disco Peanuts” é tão assustadoramente impossível de desviar os olhos; é uma alegoria perfeita para a sombria existência quase ficcional que é Warmduscher.
Faixas como “Fill It, Don´t Spill It”, “Grapeface”, “Blood Load” enchem-nos a mente.Mas, eventualmente, a viagem tem que terminar. “Tiny Letters” vê Warmduscher a terminar, deixando tudo para trás, numa balada dolorosamente bela. O alcance desta banda é inteligente e impressionante. Eles fazem tudo com perfeição, mas tão livremente que parece fácil.

The Line of Best Fit                

        Em baixo o álbum completo:

Partilha com os teus amigos