Vaarwell

Margarida Falcao, Ricardo Nagy e Luis Monteiro são ‘suaves, simples e genuínos’, e disso não há dúvida.

Vindo de Lisboa, o trio formou-se em 2014 depois de estar na mesma classe de produção musical na escola de arte. Dizem que o seu som representa a mistura diversificada de cultura e vida noturna da cidade. Os vocais suaves encontram a música eletrônica pura com a percussão suave ocasional e guitarra incluída para uma boa medida.

‘YOU’, é uma introdução impressionante. Os vocais bastante lindos de Falcao carregam a faixa por bem mais de dois minutos. É uma faixa quase inacreditável com a sua simplicidade e incrivelmente contagiante ao longo do caminho.

‘Perfecly Fine’, desafia os limites do shoegaze com um gancho que é muito difícil de soltar. É fácil focar nos vocais delicados, mas não vamos esquecer o acompanhamento perfeito do contingente masculino de Vaarwell, que é igualmente essencial no seu som.

O destaque vem na forma de I Never Go I Leave, que é uma daquelas músicas que fica na cabeça o dia todo, e dá a sensação de que já tinha ouvido aquilo em algum lugar. Mais uma vez, a arte do pop quase perfeito é alcançada. Cativante, simples, eficaz – sem falhas.

Partilha com os teus amigos