Vundabar

         Esta semana viajamos até ao estado de Massachusetts, onde encontramos a banda que é apelidada de “Os meninos de Boston”. A banda composta por Brandon Hagen (voz e guitarra), Zack Abramo (baixo) e Drew McDonald (bateria) surge em 2012 quando estes estavam no ensino secundário.

         Em Abril de 2013 lançam o seu primeiro álbum intitulado de “Antics” e graças ao facto de um blog francês divulgar o álbum, houve um promotor francês que os contratou e lhes garantiu uma digressão europeia. Pode ser que um dia o “Festival da Noção” seja responsável por uma situação idêntica. 😀

O single “Holly toledo” impulsionou muito o sucesso do primeiro álbum, mas também recomendo as faixas “Voodoo”, “Plains” e “Painted”.

Em 2015 lançam o seu segundo álbum “Gawk” e, como não tinham nenhuma, criaram a sua própria gravadora, a Gawk Records. Deste álbum recomendo “Oulala”, “Darla” e “Aliens Blues”.

Passado dois anos, em 2017 lançam o seu terceiro álbum “Smell Smoke” um álbum que tem como tópico principal a “morte” depois do vocalista Brandon Hagen ter cuidado de um membro familiar doente.

Em Março de 2020, em pleno inicio de pandemia, lançam o seu quarto e ultimo álbum “Either Light”. Este álbum segundo Brandon Hagen teve a influência de Tony Soprano e a demonstração é o vídeo da música “Petty Crime”.  Em declarações à revista Nylon Brando Hagen desenvolve a influencia que a personagem teve no álbum “Ele é uma personagem simultaneamente desprezível e enternecedora, que está à procura de sentido, deseja desesperadamente mudar mas está claramente condenado. Por isso parecia adequado reflectir qualquer coisa do Tony. Queríamos criar um sentido de transição e antecipação, por isso decidimos usar carros, motéis, passadeiras, piscinas e parques de estacionamento. São tudo preliminares, intervalos, lugares onde o movimento não leva necessariamente a lado nenhum.”

Em 2021 lançaram o single “Aphasia”.

Partilha com os teus amigos