Big Thief – “Dragon New Warm Mountain I Believe In You”

Quem é que, por aí, também é um grande bandido? O quinto álbum dos Big Thief é uma autêntica travessia pelo sonho sonoro. Quem se atrever a ouvir o álbum de fio a pavio, é bom que reserve uma relativa dose de minutos. São vinte as faixas que compõe este disco. No entanto, podem permanecer na tranquilidade que vos distingue. Aqui, a quantidade é sinónima de qualidade.

Uma das maiores referências presentes no universo do indie-folk, esta banda traz-nos uma simbiose, não só de estilos, como de sensações e sentimentos. A voz da Adrianne Lenker é, a bem cantar, um pilar incontornável da identidade do grupo. É portadora de um carisma ímpar. O transporte e o trato das letras é distinta. A banda dá continuidade e sustenta toda uma ideia muito bem estruturada e facilmente detetável. Não existe muito que se consiga comparar àquilo que é desenvolvido no seio desta banda. A fragilidade problemática dos álbuns anteriores continua presente neste mais recente trabalho.

Em “Little Wings”, encontramos um cunho mais rítmico e até mesmo eletrificado. “Heavy Bend”, é uma faixa de transição que tem umas batidas mais calorosas do que o costume e que surgem para agitar o dedilhado da guitarra. “Flower of Blood”, um riff inicial que pertence a uma guitarra elétrica confinada. De seguida, emerge toda aquela panóplia de instrumentos que nos sabem a uma das melhores orquestras do mundo. “Red Moon”, neste tema os ares são country e com o aroma de campo. Violinos e coisas do género. “Wake Me up to Drive”, é um tema que nos remete para a intro de um jogo de computador qualquer. Estou sempre a perder-me no tema para o ouvir de novo. “Promise Is a Pendulum”, voz e guitarra e… basta. A simplicidade. É isso.

Este álbum cumpre aquilo a que se propôs. As nossas expectativas não foram defraudadas. Os Big Thief dividem-se entre o arcaico e o contemporâneo. Isso é, também, um dos fatores mais preponderantes para que banda seja sempre bem-vinda. Existe tanta coisa a acontecer que, inevitavelmente, acabamos por gostar sempre muito daquilo que é feito.

Deixem o vosso tempo ser roubado pela banda!

Partilha com os teus amigos